Estar no trânsito é, indispensavelmente, correr riscos. Carros e motos possuem pontos cegos, não sendo possível ver o trânsito ao redor apenas pelos retrovisores. E, ao trocar de faixa, uma colisão pode ocorrer por conta disso. Já existem diversos modelos de automóveis equipados com sensores que alertam e auxiliam de forma mecânica o condutor, impedindo que ele conclua a conversão ao detectar a aproximação de outros veículos. Entretanto, os motociclistas estão menos protegidos e correm mais risco de sofrerem acidentes fatais. Pensando nisso, a Continental desenvolveu um sistema de detecção com a função ARAS™, adaptado para as duas rodas.

Continental ARASCom sensores que monitoram a parte traseira e lateral da moto, o dispositivo trabalha como um radar de curto alcance, avaliando o trânsito durante todo o trajeto, fazendo uma cobertura dos pontos cegos. Dessa forma, é possível alertar o motorista em situações críticas, auxiliando-o para uma condução mais segura. Com uma interface de LED instalada nos retrovisores, um sinal visual é acionado, avisando que outro veículo está próximo.

Continental ARASSeu alto nível de sensibilidade detecta o movimento do trânsito em apenas frações de segundo, aumentando a segurança não só para o próprio condutor, mas também para todos os outros motoristas. “Até mesmo a versão mais acessível dos nossos sistemas de assistência ao motorista atende às necessidades do cotidiano, principalmente para quem vive em grandes cidades onde o trânsito é mais intenso”, afirma Christian Pfeiffer, gerente de projetos da unidade de veículos de duas rodas e Powersports da Continental.