Patinete Elétrico Compartilhado pelas ruas de São Paulo

Patinete Elétrico já opera nas ruas de SP, com grande adesão de paulistanos

Crédito: Divulgação

Desde o último sábado (11), os patinetes elétricos da startup de mobilidade SCOO – responsável pela chegada dessa modalidade de transporte ao país -, operam em período de testes e estão à disposição dos moradores de São Paulo para uso gratuito, na região da Av. Paulista.

“Embora o sistema esteja em fase inicial, os paulistanos têm sido bastante receptivos em relação à utilização deste novo modal de transporte, que visa atuar como um agregador a outros modais, e não ser um concorrente”, explica Maurício Duarte, sócio-investidor da Seeds Capital e porta voz da SCOO.

Em apenas dois dias, mais de 300 pré-inscrições foram feitas diretamente no site da SCOO – http://www.scoo.mobi/cadastre-se.html– para que o acesso seja liberado para uso dos patinetes no período de testes, que não tem data estabelecida para terminar, mas deverá durar entre 30 e 90 dias.

Neste período, a SCOO seguirá o mesmo modelo usado quando linhas de trens e metrô são inauguradas na cidade: a população terá acesso gratuito e os patinetes estarão disponíveis em todos os dias da semana, em um horário pré-estabelecido.

“A fase inicial – gratuita – servirá para testar o funcionamento da operação, a eficiência dos pontos fixos e móveis, e a usabilidade e aceitação do consumidor em relação ao uso do produto”, explica Duarte. Todo início de operação está sujeito a adaptações”, acrescenta.

“Febre” mundial

Presentes em diversas cidades do mundo todo – como São Francisco, Los Angeles, Pequim, Moscou e recém-chegados em Paris- os patinetes elétricos deixaram de ser tendência para ser realidade em vários países.

“Em menos de 1 ano de operação, estima-se que existam mais de 10 mil patinetes elétricos somente nos EUA. A adesão da população é grande, devido ao aspecto sustentável, e o patinete é o transporte ideal para um deslocamento mais ágil, seguro e barato”, explica Duarte.

Crédito: Divulgação

Ciclovias de São Paulo

Durante o período de testes, os patinetes elétricos também estarão disponíveis em outras ciclovias da cidade como – Avenida Faria Lima e Amaral Gurgel, além de estarem presentes em parques, como o Ibirapuera e o Villa Lobos.

“Queremos testar a usabilidade de perfis de usuários diferentes, seja o que alugará para lazer ou o que usará para se deslocar de uma estação de metrô até o local de trabalho”, comenta o executivo, que pretende colocar até 100 patinetes elétricos na cidade ao longo das próximas semanas.

Aplicativo em teste

A função de bloqueio e desbloqueio dos patinetes elétricos por meio do aplicativo acontecerá a partir de setembro, quando a versão beta será lançada oficialmente. . “Neste primeiro momento, é necessário que o usuário interessado faça um cadastro no site daSCOOhttp://www.scoo.mobi/cadastre-se.html“, orienta Duarte.

Após aprovação do cadastro, o usuário recebe o link para utilizar o patinete, disponibilizado na Rua Hadock Lobo, 595 – em frente ao Digital Building.

Legislação

Com potência de 250w e velocidade de até 25km, os patinetes elétricos estão dentro da Lei que autoriza bicicletas e patinetes elétricos a circularem nas ciclovias da cidade. Quem for pego fora da ciclovia estará sujeito a receber uma multa de R$ 574,62, aplicada pela Prefeitura de São Paulo e pela CET (Companhia de Engenharia e Tráfego) de São Paulo.

Segurança

Os patinetes elétricos possuem certificação de segurança fornecida pela fabricante, e as baterias de lítio-íon foram testadas por um laboratório de padrões de segurança eletrônica. A segurança do condutor também é assegurada. Capacetes serão disponibilizados gratuitamente pela SCOO para todos os condutores.

Tecnologia

O período de teste dos patinetes elétricos do SCOO também servirá para checar a tecnologia aplicada em questões de segurança do produto, protegendo-o contra furtos e avarias por vandalismo. “Todos possuem rastreadores e GPS, além do tempo de uso ser codificado como “pay-per-use”, explica Duarte.

Regras Gerais para uso

  • Idade mínima 18 anos de idade

  • Uso de capacete próprio ou fornecido pela SCOO, conforme exigido por lei

  • Estacionar apenas em locais determinados pela empresa

  • Patinar apenas em ciclovias

  • Respeito aos sinais de trânsito e aos pedestres

  • Acionar sempre o freio do patinete, que possui ABS

Motoristas de patinetes elétricos não devem:

  • Jamais andar nas ruas ou calçadas;

  • Carregar acessórios que impossibilitem que o condutor guie sem o uso das duas mãos;

  • Beber e patinar;

  • Dar carona;

  • Usar o patinete para corridas, passeios de veículos, acrobacias ou manobras

  • Operar o patinete em locais não pavimentados, ou em qualquer local que seja proibido, ilegal e/ou um incômodo para os outros

  • Pesar mais do que 120kg – incluindo bagagem.

Sobre a SCOO – A startup nasceu no ano de 2018, com o propósito de oferecer mobilidade compartilhada acessível em deslocamentos de curta distância, colaborando na melhoria da qualidade de vida nas grandes cidades brasileiras. Atualmente é operadora dos patinetes elétricos em São Paulo e é gerida pela Seeds Capital, empresa de capital de risco (venture capital) com foco em startups.

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.