“Os ganhos do grupo atingiram novamente o mesmo nível do ano passado. A margem EBIT no Segmento Automotivo subiu para 9,7%, apesar dos maiores custos de P & D. Estamos bem posicionados em nossa meta de 8-10%.” Declarou o Dr. Nicolas Peter membro do Conselho de Administração da BMW AG.

No primeiro trimestre de 2018, as vendas globais tiveram um bom desempenho, aumentando em 3,0%.

Salão_QR_2016-7950

Carros BMW – O euro forte significava que as receitas do segmento eram ligeiramente inferiores às do ano anterior. Ajustadas pelos efeitos cambiais, as receitas subiram 1,5%. O EBIT do segmento de 1,88 bilhão de euros ficou no mesmo nível do ano anterior – apesar dos custos mais altos de P & D e dos ventos contrários dos preços de moedas e commodities.

No segmento Automotivo, prevemos um ligeiro aumento nas entregas e receitas para 2018. Apesar dos altos investimentos iniciais, ainda pretendemos manter a margem EBIT entre 8 e 10%.

BMW Motorrad

Quase 36 mil motocicletas foram entregues aos clientes nos primeiros três meses de 2018. As receitas foram 15,5% menores do que no ano anterior, em 524 milhões de euros. Devido ao ramp-up de novos modelos, incluindo o impacto de várias trocas de modelos, a produção total diminuiu no primeiro trimestre. Consequentemente, as vendas para a organização de varejo – que formam a base para o reconhecimento de receita – diminuíram. Os efeitos cambiais também tiveram um impacto negativo.

Como resultado, os lucros operacionais do Segmento no primeiro trimestre foram menores do que no ano anterior. A margem EBIT foi de 14,7%.

A projeção agora é de um ligeiro aumento nas entregas no segmento de motocicletas em 2018.

marcelmanocartão2017